111

31 de maio de 2011

FATO

Eu ouço sua voz mesmo no silêncio. Eu sinto seu cheiro mesmo sem ar. Eu te vejo mesmo com os olhos fechados. Na verdade, você já está dentro de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário